• RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Notícias

05/12/2019 16:40

Bahia realiza primeiro Parlamento Feminista

Durante todo o dia desta quinta-feira (05), a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) realiza a primeira edição do Parlamento Feminista da Bahia. A iniciativa é da Comissão dos Direitos da Mulher da Alba - com apoio do Governo do Estado, através das Secretarias de Políticas para as Mulheres (SPM) e Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e Turismo  (Setur), e objetiva estimular a participação das mulheres nos espaços de poder de decisão política, além de trocar experiências de mandatos e pensar estratégias e ações para o empoderamento feminino.  

Foto: Ascom Serin
Primeiro Parlamento Feminista da Bahia aconteceu nesta quinta-feira na Alba / Foto: Ascom Serin.

Durante o Parlamento, foi aprovado por unanimidade pelas deputadas da Casa, o manifesto "Mais Mulheres no Poder", proposto pela Comissão Estadual dos Direitos das Mulheres, em defesa da paridade de gênero e cotas na política, a ser encaminhado a Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Senado, Câmara Federal, ONU Mulheres e PNUD. A deputada estadual Olívia Santana, que presidiu o Parlamento, enfatizou que: “mesmo sendo de partidos diferentes, sabemos da importância em estarmos unidas em torno do empoderamento feminino e em defesa do direito das mulheres”.  

A Secretária de Relações Institucionais (Serin), Cibele Carvalho, presente na abertura do evento, falou da importância da ação e de como é urgente e atual a necessidade de aumentar o número de mulheres nos espaços de decisão, da política. “Temos apenas 50 prefeitas em nosso estado, um número muito pequeno. Este evento é importante, pois mostra como precisamos nos unir para que mais mulheres acessem os espaços de decisão, de forma democrática e igualitária. Trata-se de uma discussão da ordem do dia, necessária. Parabenizo a iniciativa da Comissão dos Direitos da Mulher da Alma pelo importante passo para incluir mais mulheres na política. Mais reforço, lugar de mulher é onde ela quer”.   

De acordo com as organizadoras, o encontro foi todo organizado numa perspectiva humanista, livre de preconceitos, feminista, antirracista e diverso, priorizando a luta por uma sociedade mais justa e igualitária, por uma cultura de paz e respeito às diferenças e que alcance as mulheres das prefeituras, câmaras Municipais e movimentos sociais. 

Entre os temas abordados Mulheres no espaço de poder, onde serão debatidos cotas de gênero, financiamento e mecanismos de promoção de quadros femininos na política, representação, democracia. 

Inspiração - O Parlamento Feminista do Brasil é inspirado na experiência do Argentina, realizado em 2018, na cidade de La Plata, parte das atividade da 4ª edição do Encontro Latino Americano de Feminismos (ELLA).
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.